Andar na corda bamba?

Essa expressão é bem usada ultimamente. Sempre que alguém está em perigo, passando por alguma situação difícil em que pode se prejudicar, as pessoas logo falam: está na corda bamba!

No circo, já lembramos logo do equilibrista. O artista se equilibrando com uma sombinha, arrancando suspiros dos espectadores a cada passada.

E não é que o famoso equilibrista do circo lançou moda?!

Não só no Brasil como no mundo inteiro, a prática do Slackline, ou simplesmente Corda Bamba, está virando sensação! Seja na praia, entre as árvores ou em um canyon enorme, andar na corda bamba se tornou muito divertido.

Kivah - SlacklineK7

No começo, alguns escaladores esticavam uma corda para atravessar por passagens difíceis. Então, provavelmente com uma inspiração circense, eles decidiram usar uma fita tubular e simplesmente se arriscarem na passagem pela corda.

É claro que, para lugares perigosos, o uso de equipamento de segurança é essencial. Um cabo vida e um mosquete para segurar na corda caso a pessoa caia são extremamente necessários.

Nas praias, os praticantes costumam usar cordas baixas, de 1 metro, somente para ter o prazer de fazer a passagem. Esse ritual requer muita concentração e equilíbrio (claro), e está sendo até considerado por muitos uma prática relaxante!

Existe um blog super legal que tem vários vídeos sobre a prática. O blog é o http://slacklinebrasil.blogspot.com/

Se você ficou curioso para saber como funciona, veja a reportagem do Fantástico sobre o assunto:

  • (Português) Sobre

  • (Português)

    A Kenner nasceu em 1988. Na garagem de um amigo surfista, na Califórnia, Peter Simon teve a ideia de confeccionar uma sandália confortável, original e que utilizasse os melhores materiais disponíveis no mercado. Surgiam então as Sandálias Kenner!

    Leia mais
  • Instagram

  • (Português) Arquivo

Receba nossas novidades