Título de 2007 finalmente pode ser definido

Após não comparecer ao exame antidoping, realizado durante a última etapa do Super Surf de 2007, o atleta Jihad Kohdr perdeu os pontos e a premiação da etapa.

Ele, que até aquele momento era o líder do circuito e com os pontos conquistados na etapa (ele ficou em terceiro lugar na etapa realizada no Rio de Janeiro) teria sido o campeão brasileiro de 2007, viu seu título escapar.

Post 08 - 01

O ano de 2007 teria sido perfeito para Jihad. Ele conquistou sua vaga para o WCT de 2008 e teve uma performance arrasadora no Super Surf, onde poderia ter conquistado seu segundo título de campeão brasileiro. Depois de ter sido sorteado entre os quatro finalistas para fazer o exame antidoping e não comparecer, a Abrasp (Associação Brasileira dos Surfistas Profissionais) teve que fazer valer suas regras: um ano de suspensão, perda de pontos e premiação da etapa em que foi realizado o exame. Dessa forma, ele caiu para a segunda posição no ranking.

Se fosse simples assim, o ubatubense Renato Galvão passaria a ser o campeão brasileiro de 2007,  já que ele foi o vencedor da última etapa e havia ficado em segundo lugar no ranking. Só que Jihad entrou com recurso contra a Abrasp e o título ficou suspenso.

Para Jihad que entrou na elite do surf mundial e automaticamente teria que parar de disputar qualquer prova do circuito nacional, não seria tão ruim já que ele ganharia tempo para brigar judicialmente pelo título, mas dois anos depois e perto de perder sua vaga no WCT, ele está tentando um acordo com a Abrasp.

Post 08 - 02

Ele pretende tirar o processo contra a entidade e em troca poder participar dos campeonatos homologados pela Abrasp já no ano que vem. De acordo com a regra, ele poderia ficar até um ano suspenso, uma vez que os dois anos que ele esteve no WCT não contam e o processo estava suspenso. O advogado da Abrasp, José Roberto Hannig, acha que a perda do título e consequentemente a perda do carro destinado ao campeão brasileiro já são punições suficientes.

Quem não quer abrir mão da suspensão são os conselheiros dos surfistas e representantes das federações, pois acham que a entidade foi muito prejudicada financeiramente, além de todo o processo ter sido ruim para a imagem do esporte. Para Marcelo Andrade, Diretor Executivo da Abrasp, muito dinheiro já foi gasto e não se sabe quanto mais ainda irá ser gasto se não fizermos um acordo, além de concordar com José Roberto.

Como Presidente da Abrasp, espero que possamos chegar a um acordo o mais breve possível, pois todo esse processo tem sido longo, cansativo e muito prejudicial para a imagem do surf.

Abraços.

Pedro Muller

  • (Português) Sobre

  • (Português)

    A Kenner nasceu em 1988. Na garagem de um amigo surfista, na Califórnia, Peter Simon teve a ideia de confeccionar uma sandália confortável, original e que utilizasse os melhores materiais disponíveis no mercado. Surgiam então as Sandálias Kenner!

    Leia mais
  • Instagram

  • (Português) Arquivo

Receba nossas novidades