20121223_kenner_header

Surf feminino: vencendo o preconceito

Mesmo em tempos modernos, diversas vezes ouvimos por aí a frase “surf é coisa de homem”. E é isso que muitas surfistas do sexo feminino têm que superar, pois o machismo é uma barreira tão grande quanto as ondas.

Ainda como minoria, 150 mulheres para 700 homens, as surfistas vêm vencendo esse preconceito e derrubando os clichês. Assim como a ideia de que para surfar como homem, as mulheres devem ser masculinizadas.

Em entrevista para a Revista Trip, três surfistas profissionais dão sua opinião quanto ao assunto. Elas dizem que a melhor maneira de encarar o preconceito é ignorá-lo e seguir em frente com seus objetivos.

Em relação à aparência, elas mencionam que devem ter um cuidado maior. Devido a exposição ao sol, a prática do esporte pode agredir um pouco mais a pele e os cabelos. E completam dizendo que é possível manter a feminilidade, mesmo sendo dedicada ao surf.

E se você também adora curtir a praia e as ondas, mas não descuida da beleza, conheça a sandália Lips Ibiza Lamê, da Coleção Kenner de Verão.

 

  • (Português) Sobre

  • (Português)

    A Kenner nasceu em 1988. Na garagem de um amigo surfista, na Califórnia, Peter Simon teve a ideia de confeccionar uma sandália confortável, original e que utilizasse os melhores materiais disponíveis no mercado. Surgiam então as Sandálias Kenner!

    Leia mais
  • Instagram

  • (Português) Arquivo

Receba nossas novidades